ERA UMA VEZ UMA BARRIGA! CÁTIA & FRANCISCO

 

O céu pintou-se de negro, vestiu finalmente as cores de um outono em atraso.
O vento soprou forte, a varrer as poucas folhas já caídas e a desprender muitas outras.
Mas, ainda assim, arriscámos. Acreditámos que a chuva faria um compasso de espera e nos daria esta janela de oportunidade de contarmos a história da Mariana.

No dia a seguir fez sol, nas horas logo após choveu! E tudo fez sentido, numa benção às 39 semanas completas neste dia, o dia em que corremos o risco e enchemos de imagens bonitas e memórias sem igual, um dia que arriscava, em contrário, ser só um sábado cinzento.
A Mariana, sem pressa, chegará no tempo certo, num dia talvez também cheio de cinza e vento, como o dia em que se completaram semanas de entusiasmo, espera e de, já tanto, amor.

Ansiosos, enamorados, os pais e agora também nós, que chegámos a esta aventura quando ela parece quase no fim, mas que, vista com olhos de ver, ainda agora está a começar.
Assim se completa mais uma etapa, se fecha um ciclo, se enche de luz um dia escuro e de vida um sem fim de folhas inanimadas, a cirandar ao sabor do vento de outono.

Agarramo-nos a estas memórias, sem mais demora nas palavras, na esperança de mais dias assim, onde o cinzento empate com momentos felizes.

21 de Dezembro de 2015

Comment